Saltar para o conteúdo principal Pular para pesquisa

Arquivos para Accounting

 OS 12 carros mais econômicos para rodar na estrada

Mas com os preços dos combustíveis cada vez mais altos, fica difícil conseguir aproveitar totalmente o prazer de cair na estrada. Por isso selecionamos os modelos mais econômicos de carros para rodar nas estradas, uma lista com os top 20 mais econômicos para você! Tem para todos os gostos, de 1.0, esportivos e SUVs.

1° Toyota Prius 1.8 

Cidade: 18,9 km/l

Estrada: 17 km/l

O campeão da economia é o Toyota Prius, modelo hibrido da japonesa, que é o grande desta lista. O Prius é um belíssimo carro, com modelo esportivo e muito conforto e luxo. O modelo está avaliado a partir de R$ 128,300!


2° Volkswagen up! TSI 1.0 

Cidade: 14,3 km/l

Estrada: 16,3 km/l

3° Fiat Mobi 1.0 

Cidade: 13,7 13,7 km/l

Estrada: 16,1 km/l

4° Ford Fusion 2.0 Hybrid 

Cidade: 16,8 km/l

Estrada: 15,1 km/l

5° Hyundai HB20S 1.0 19° Hyundai HB20S 1.0 

Cidade: 11,9 km/l

Estrada: 15,2 km/l

6° Fiat Uno 1.0 

Cidade: 13,2 km/l

Estrada: 15,2 km/l

7° Audi A1 Sportback 1.4

Cidade: 12,6 km/l

Estrada: 15,2 km/l

8° Volkswagen Voyage 1.0 

Cidade: 13,1 km/l

Estrada: 15,3 km/l

9° Nissan New Versa 1.0 

Cidade: 12,9 km/l

Estrada: 15,3 km/l

10° Ford New Fiesta Hatch 1.0 

Cidade: 12,2 km/l

Estrada: 15,3 km/l

11° Volvo XC90 2.0 T8 

Cidade: 15,3 km/l

Estrada: 15,8 km/l

12° Volvo XC40 R DESING 2.5 AUT

Cidade: 10,1 km/l

Estrada: 14,8 km/l

Ler mais

 Pandemias causam prejuízo de US$ 197,7 bilhões

Entre os anos de 2001 e 2016, as pandemias causaram um prejuízo de US$ 197,7 bilhões à economia mundial, de acordo com levantamento da Marsh.

Durante a epidemia de zika em 2015, que atingiu 76 países, as perdas somaram o montante de US$ 18 bilhões na América Latina e no Caribe. No Brasil, que foi o epicentro, foram US$ 16 bilhões.

Segundo a Marsh, as novas pandemias terão impactos maiores porque as companhias dependem mais de tecnologia, viagens e das cadeias de suprimento globais.

A estimativa do Banco Mundial é de que uma pandemia severa pode derrubar até 5% do Produto Interno Bruto (PIB) global.
“O impacto econômico já é nítido. Há empresas mudando suas rotinas, há desaceleração na produção, indústrias reduzindo atividades ou parando, diz a superintendente para Prática de Responsabilidade Civil e Ambiental da Marsh, Katia Papaioannou.Tags: Coronavíruscovid19Pandemia

Fonte:SINCOR-SP

Ler mais
Olá
Faça sua cotação agora !
Powered by