O jornal CETV, transmitido pela afiliada da TV Globo, mostra a reportagem do julgamento de um homem que está sendo acusado de matar a mulher em 2018, na cidade de Aurora, interior do Ceará, com uma barra de ferro.

A promotoria diz que o crime foi motivado para receber o seguro de vida da vítima, Aparecida Ferreira Lima Gurgel, que tinha o valor de R$ 800 mil e tinha o marido como beneficiário. O pai da mulher assassinada, Francisco Ferreira Lima, estava na frente do fórum. “Eu quero justiça”, disse ele.

Francisco Orivan Rangel Filho, o marido, virou suspeito quando na época da morte de Aparecida, em 2018, contou para a polícia que a esposa teria caído da moto e um carro passou por cima do corpo.

A perícia não achou marca de acidentes, apenas pancadas na cabeça de Aparecida que teriam sido feitas por uma barra de ferro que foi encontrada no local com sangue da vítima.

A polícia acha que Francisco contou com a ajuda de outra pessoa: José Ribeiro Duarte que teria recebido 400 reais.

FONTE: CQCS

Confira a completa matéria: https://globoplay.globo.com/v/8389183/